Já pensou em investir em empresas que pagam dividendos mensalmente e viver de renda passiva? Pois saiba que isso é possível, basta investir em ações de companhias consideradas boas pagadoras de dividendos.

Neste artigo, confira quais empresas que pagam dividendos mensalmente. Acompanhe!

O que são dividendos?

Conforme a Lei 6404/76, as empresas listadas na bolsa de valores do Brasil, a B3, têm que remunerar periodicamente seus acionistas por meio de dividendos.

Isso é feito em dinheiro, de acordo com uma porcentagem do lucro líquido de cada companhia a ser definida por ela e de maneira proporcional à quantidade de ações que cada acionista possui.

Dependendo da política de dividendos da companhia, a distribuição de dividendos pode ser feita a cada mês, trimestre, semestre ou, até mesmo, por ano.

Qual é a relação entre proventos e dividendos?

Proventos são os pagamentos feitos pelas empresas a seus acionistas de modo a distribuir os lucros obtidos. Uma das formas de fazer isso é o pagamento de dividendos.

Contudo, também é possível realizar de outras maneiras a distribuição dos lucros de uma companhia. Veja, a seguir, algumas delas.

Juros sobre o capital próprio (JCP)

Se o pagamento de dividendos é feito de acordo com o lucro líquido da empresa, o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) tem como base o capital investido na empresa.

Eles podem ser pagos tanto em dinheiro como em novas ações da companhia.

Bonificação em ações

A bonificação em ações é a distribuição de novas ações de maneira proporcional à quantidade de ações que cada acionista possui. Dessa forma, a empresa aumenta seu capital social sem ter que fazer um investimento adicional.

O que considerar antes de investir em empresas que pagam dividendos?

Alguns cuidados ao investir em empresas que pagam dividendos mensalmente podem aprimorar o desempenho da sua carteira de ações.

Fique atento a dividendos mais altos do que o comum

O fato de uma companhia pagar um dividendo mais alto do que o comum não significa que ela seja necessariamente um bom investimento.

Isso porque, em geral, o aumento do rendimento de uma ação pode ter a ver com a queda no seu preço. Assim, é possível que essa empresa corte seus dividendos ou não os aumente mais.

Observe a taxa de pagamento

A taxa de pagamento revela o quanto dos ganhos de uma companhia são pagos em dividendos. Para calculá-la, basta dividir os dividendos pagos por ação pelo seu lucro.

Se a proporção for maior do que 100%, ela paga mais do que ganha. Isso pode ser um motivo de preocupação, já que a empresa está perdendo dinheiro e, mesmo assim, segue pagando dividendos.

Considere o crescimento dos dividendos

Além de procurar empresas que pagam dividendos mensalmente, os investidores querem que seu valor aumente ao longo dos anos.

Quais são as métricas para avaliar a distribuição de dividendos?

Os dividendos dependem do lucro líquido das empresas e da política de distribuição, que pode ser mais favorável ou desfavorável ao acionista. Uma boa prática é adotar métricas de mercado para avaliar o histórico e as práticas da companhia em anos anteriores.

Dividend yield (DY)

O dividend yield é o retorno em percentual da ação em dividendos. Por exemplo, se a ação paga R$1,00 e a cotação está em R$10,00 nos últimos 12 meses, o DY foi de 10%.

Nesse contexto, uma estratégia de investimentos bastante associada à busca por empresas que pagam dividendos mensais é o value investing. Trata-se de buscar ações com cotações abaixo do real valor do empreendimento.

Imagine, por exemplo, que o investidor tivesse adquirido a ação por R$2,50. Aquele R$1,00 de dividendos passaria a representar um ganho de 40%.

Dividend payout

O dividend payout é a política de distribuição de dividendos. No Brasil, pelo menos 25% do lucro líquido das empresas de capital aberto deve ser distribuído aos acionistas. Por isso, valores acima desse patamar podem ser animadores.

Ao buscar uma ação com potencial de valorização e pagamento de dividendos, o dividend payout pode ser fundamental. Uma empresa pode vivenciar um momento em que os lucros atuais não são expressivos. Porém, a tendência pode apontar para o crescimento pela qualidade do negócio, organização das finanças e outros indicadores.

Como resultado, uma política de distribuir percentuais acima da média dos lucros líquidos pode ser um diferencial e motivar o investimento.

Lucro líquido

O lucro líquido também é um indicador relevante para identificar potenciais empresas que pagam dividendos mensalmente. É muito comum que esse padrão exista nos grandes bancos, que estão entre as organizações mais rentáveis do Brasil.

Quais empresas que pagam dividendos mensalmente?

Para encontrar empresas que pagam dividendos mensais, podemos buscar setores perenes da economia, em que as receitas e lucratividade são mais previsíveis. Bancos, mineração, energia e seguros são exemplos.

Itaú Unibanco

No mercado nacional, o Itaú Unibanco é considerado uma das empresas que mais pagam dividendos. Além de ter um histórico de distribuição regular de lucros, também possui um plano estratégico para seguir com isso no futuro.

No quarto trimestre de 2023, ele teve um lucro líquido de R$9,040 bilhões, o que representa um aumento de 11,9% em comparação ao período homólogo.

Isso mostrou que, mesmo sendo um dos maiores credores da Americanas, pôde absorver o impacto da crise nessa rede varejista.

Petrobras

Os acionistas da Petrobras também têm chance de receber dividendos com regularidade, já que a companhia tem um histórico favorável a isso.

Em 2022, o lucro líquido da Petrobras foi R$188,3 bilhões, o maior resultado da história da B3. Como era de se esperar, isso teve relação com a disparada do preço do petróleo por conta da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

Taesa

A transmissora de energia Taesa vem construindo uma reputação de ótima pagadora de dividendos entre os investidores. Destaque para a consistência de seus resultados e a qualidade nas suas operações.

Copel

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) é uma empresa estatal de energia integrada considerada uma boa pagadora de dividendos.

Segundo a companhia, num futuro próximo, a previsão é de aumento deles em razão da redução de seu endividamento e a melhoria no seu fluxo de caixa.

Bradesco

Segundo maior banco do país, o Bradesco paga proventos mensais na forma de JCP. Assim como o Itaú Unibanco, tem um histórico de distribuição regular de lucros e possui um plano estratégico para isso.

No entanto, no terceiro trimestre de 2023, seu lucro líquido foi de R$4,621 bilhões, o que representou uma queda de 11,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Provavelmente, o motivo disso foi o rombo nas Americanas.

Banco do Brasil

Maior banco em ativos da América Latina, o Banco do Brasil não realiza a distribuição de proventos todos os meses do ano. Entretanto, se forem considerados os dividendos e os JCP, há distribuição quase todos os meses.

Por fim, vale frisar que as informações acima não são recomendações de investimento. Assim, é essencial que o investidor faça sua análise e tome as decisões que considerar mais adequadas.

Marfring

A Marfrig é uma das principais empresas do setor de alimentos do Brasil. Além de ser a segunda em participação no segmento de carne bovina, é a primeira na produção mundial de hambúrgueres.

Em 2022, a empresa distribui R$1,1 bilhão em dividendos para os acionistas. Os pagamentos aconteceram nos meses de setembro e dezembro, alcançando valores expressivos por ação (R$0,757965 e R$0,909518, respectivamente). A empresa vinha de uma distribuição de 2,171 bilhões em 2021.

Cemig

A Cemig é uma empresa do setor de eletricidade que atua como concessionária do Estado de Minas Gerais. É uma das empresas que distribuem dividendos e juros sobre capital próprio, com 5 pagamentos de proventos realizados em 2023.

Um diferencial é a política de distribuição em que 50% do lucro líquido é destinado a distribuição dos dividendos. Outra vantagem é a atuação em um setor com demanda constante por serviços e fixação em um dos maiores estados do Brasil.

Qual a vantagem de receber dividendos mensalmente?

As empresas que pagam dividendos mensalmente oferecem vantagens para o investidor.

Realizar o reinvestimento frequente

Ao receber os dividendos, o investidor pode comprar mais ações e causar um efeito similar ao dos juros compostos. Nesse caso, a próxima rodada de pagamento considerará uma participação mais expressiva na empresa.

Ter praticidade na gestão financeira

Os dividendos mensais oferecem a entrada de receitas mais constante, facilitando a gestão financeira. Diferentemente do investimento para vender a ação, é possível permanecer com o ativo e ter uma renda passiva.

Não pagar imposto sobre dividendos

Os dividendos não são tributados, atualmente. Isso ocorre porque a empresa paga o imposto de renda de pessoa jurídica antes de realizar a distribuição.

Ter um retorno expressivo no longo prazo

Os dividendos são potencializados quando compramos ações baratas e permanecemos com os ativos por longos períodos. Esse pagamento ocorre por unidade de ação. É uma lógica diferente dos títulos de renda fixa, que pagam juros sobre o valor da aplicação financeira.

Logo, a ação comprada quando a empresa era pequena vale o mesmo dividendo de quem comprou com a organização consolidada. Por exemplo, quem pagou R$10,00 por uma ação receberá o mesmo de quem pagou R$40,00.

Comprar mais ações com a queda das cotações

As estratégias baseadas em dividendos também podem se beneficiar de momentos de baixa das ações. Essa queda momentânea pode ser a oportunidade de comprar mais unidades e aumentar a participação na companhia.

As práticas apontadas exemplificam como uma estratégia de buscar empresas que pagam dividendos mensalmente pode ser interessante. O ideal é contar com uma assessoria de investimentos para desenhar uma estratégia adequada ao seu perfil e receber orientações para montar uma carteira de ações.

Como investir em empresas que pagam dividendos mensalmente e viver de renda?

A maneira de investir em empresas que pagam dividendos mensalmente é a mesma de quem investe em ações de qualquer companhia. Confira, a seguir, cada uma das etapas.

Preencha o questionário e descubra o seu perfil de investidor

Antes de começar a investir na B3, é preciso preencher o questionário para descobrir o seu perfil de investidor ou suitability.

Ele é aplicado pela corretora de valores e mostra as características de comportamento da pessoa. A partir de tais informações, é possível identificar quais produtos são os mais adequados para cada um.

Abra uma conta numa corretora

Para abrir uma conta numa corretora, informe seus dados pessoais e envie seus documentos de identificação, conforme seja solicitado.

Em seguida, com a conta já aberta, faça uma transferência e realize sua primeira compra de ações.

Tenha em mente que é a corretora quem receberá as ordens de compra ou venda e as executa em nome do investidor.

Componha sua carteira de dividendos

Os principais tipos de carteira de dividendos são as ações e os fundos imobiliários.

Embora não exista uma regra que defina o número de empresas nesse tipo de carteira, a maioria dos especialistas acredita que 10 companhias seja um número suficiente. Isso porque a intenção é que o investidor conheça minimamente seus ativos.

Além disso, é importante ter uma carteira de dividendos diversificada, ou seja, com empresas de ramos de atuação distintos.

Assim, fica clara a necessidade de estudar o mercado por quem deseja investir em empresas que pagam dividendos mensalmente, a fim de reduzir os riscos de perdas diante das suas oscilações. Caso queira qualificar a maneira de alocar seus recursos, vale a pena contar com o auxílio de uma assessoria de investimentos.

O conteúdo foi útil para você? Então, aproveite para conhecer a InvestSmart, assessoria de investimentos parceira da XP. Criada em 2013, já atingiu a marca de 20 bilhões sob custódia e mais de 70 escritórios por todo o país.

Resumindo

Quais empresas pagam dividendos mensais 2023?

Itaú Unibanco, Petrobras, Taesa, Copel, Bradesco e Banco do Brasil são algumas das empresas que pagam dividendos mensais em 2023.

Quais ações baratas que pagam dividendos mensais?

Petrobras, Brasilagro, Taesa, Gerdau, Unipar e Marfrig são empresas que possuem ações baratas e pagam dividendos mensais.

Equipe MI

Equipe de redatores do portal Melhor Investimento.