A popularidade dos carros elétricos vem crescendo rapidamente no Brasil, impulsionada por fatores como a crescente preocupação com o meio ambiente, os avanços tecnológicos e os incentivos governamentais. No entanto, antes de tomar a decisão de adquirir um veículo elétrico, é importante analisar cuidadosamente as vantagens e desvantagens dessa tecnologia no contexto brasileiro.

A seguir, o Melhor Investimento te apresenta uma avaliação abrangente dos prós e contras de ter um carro elétrico no Brasil. Também vamos abordar quanto custa um carro elétrico, os principais tipos e se vale a pena comprar. Boa leitura!

O que é um carro elétrico e como funciona?

Um carro elétrico, também conhecido como veículo elétrico (VE) ou BEV (do inglês Battery Electric Vehicle), é um tipo de automóvel que utiliza motores elétricos para propulsão, em vez de motores de combustão interna movidos a combustíveis fósseis como gasolina, diesel ou etanol. 

A energia para os motores elétricos é armazenada em baterias recarregáveis, geralmente de lítio, que podem ser recarregadas em tomadas de energia comuns ou em estações de recarga específicas para veículos elétricos.

Leia também: ESG: o que é, importância e como investir de forma sustentável

Tipos de carros elétricos

Saiba quais são os principais tipos de carros elétricos e suas características:

Híbrido Convencional (HEV)

O HEV combina um motor elétrico com um motor a combustão interna, mas o diferencial é que a bateria se recarrega automaticamente, sem precisar ser conectada a uma tomada. Isso significa que você terá autonomia elétrica limitada, geralmente alguns quilômetros, mas sem se preocupar com recargas. 

Essa é uma ótima opção para quem está começando a se aventurar no mundo dos carros elétricos e para quem roda principalmente em percursos curtos.

Híbrido Plug-in (PHEV)

Assim como o HEV, o PHEV também possui um motor elétrico e um motor a combustão interna. Mas a grande diferença é que a bateria do PHEV pode ser recarregada na tomada, além de ser carregada pelo motor a combustão ou pela frenagem regenerativa. 

Isso significa que você terá uma autonomia elétrica maior, que pode chegar a dezenas de quilômetros, ideal para quem faz percursos mistos, com trajetos curtos no dia a dia e viagens mais longas ocasionalmente.

Elétrico a Bateria (BEV)

Se você busca um carro totalmente elétrico, com zero emissão de poluentes, o BEV é a escolha perfeita. Ele funciona apenas com motor elétrico e bateria, não possui motor a combustão. 

A bateria é recarregada na tomada, em estações de recarga ou até mesmo por meio de painéis solares, proporcionando a maior autonomia elétrica entre os tipos de carros elétricos, podendo chegar a centenas de quilômetros. É importante ter acesso a pontos de recarga para aproveitar ao máximo o potencial desse tipo de veículo.

Elétrico a Célula de Combustível (FCEV)

O FCEV é a opção mais inovadora e promissora para o futuro dos carros elétricos. Ele funciona com um motor elétrico, mas a eletricidade é gerada por uma célula de combustível, que combina hidrogênio e oxigênio. Essa tecnologia não emite poluentes, apenas vapor d’água, e o tempo de reabastecimento de hidrogênio é similar ao de um carro a combustão. 

No entanto, vale ressaltar que a tecnologia ainda está em desenvolvimento e os custos são mais elevados. Mas, com o avanço da pesquisa e da infraestrutura, o FCEV tem grande potencial para reduzir as emissões de gases poluentes e revolucionar o mercado automotivo.

Leia também: Por que e como investir em crédito de carbono?

Vantagens de ter um carro elétrico no Brasil

Carro elétrico cinza sendo carregado, cabo conectado à entrada lateral, destacando a natureza elétrica do veículo.

Conheça as principais vantagens de comprar em carro elétrico no Brasil:

Sustentabilidade ambiental

Carros elétricos não emitem gases de escape, o que significa que não contribuem para a poluição do ar local e global. Isso é essencial para combater as mudanças climáticas e melhorar a qualidade do ar, especialmente em áreas urbanas densas.

Ao utilizar energia elétrica, que pode ser proveniente de fontes renováveis como energia solar ou eólica, os carros elétricos colaboram para a redução da emissão de gases de efeito estufa, combatendo o aquecimento global e seus impactos negativos.

Economia de combustível

A eletricidade geralmente é mais barata do que a gasolina, o que significa que você economiza dinheiro em custos de combustível ao dirigir um carro elétrico. Além disso, os preços da gasolina podem oscilar significativamente, enquanto o custo da eletricidade tende a ser mais estável.

Carros elétricos não são apenas uma alternativa ecológica, mas também campeões de eficiência. De acordo com o FuelEconomy, um sistema de acionamento elétrico de um veículo elétrico (EV) é responsável por apenas 15% a 20% de perda de energia, em comparação com 64% a 75% para um motor a gasolina. Ou seja, você roda mais com menos energia usando um carro elétrico.

Desempenho silencioso e suave

Carros elétricos não possuem motores a combustão interna barulhentos, proporcionando uma experiência de condução mais silenciosa e relaxante. Isso é especialmente vantajoso em ambientes urbanos e em viagens longas. Os motores elétricos entregam torque instantâneo, proporcionando uma aceleração suave e rápida, tornando a condução mais prazerosa e responsiva.

Manutenção simplificada

Carros elétricos possuem menos peças móveis em comparação com carros a combustão, o que significa menos desgaste e tear, reduzindo a necessidade de reparos e manutenções frequentes. Os motores elétricos são geralmente mais duráveis ​​e confiáveis ​​do que os motores a combustão, exigindo menos intervenções ao longo da vida útil do veículo.

Redução dos custos de manutenção

Com menos peças para desgastar e menor necessidade de reparos, os custos de manutenção de um carro elétrico podem ser significativamente menores ao longo da vida útil do veículo, em comparação com carros a combustão.

Além disso, a manutenção de um carro elétrico é mais previsível, pois os intervalos de revisão e troca de peças são geralmente mais espaçados, facilitando o planejamento financeiro.

Leia também: Gestão Financeira: saiba o que é e quais ferramentas usar

Desvantagens de ter um carro elétrico no Brasil

Carro elétrico prateado carregando, cabo conectado à estação de carga.

Veja as principais desvantagens de comprar um carro elétrico no país:

Infraestrutura de recarga limitada

Uma das maiores desvantagens de ter um carro elétrico no Brasil é a escassez de pontos de recarga. Ainda há um número limitado de estações de recarga disponíveis, principalmente em grandes cidades. Isso pode dificultar viagens longas ou encontrar um local para recarregar em áreas menos populosas.

A distribuição das estações de recarga também é desigual, com maior concentração nas regiões mais ricas do país. Isso significa que ter um carro elétrico pode ser menos viável para pessoas que vivem em áreas rurais ou com renda mais baixa.

Tempo de recarga mais longo

Recarregar um carro elétrico leva significativamente mais tempo do que abastecer um carro com combustíveis fósseis. O tempo de recarga pode variar de algumas horas a um dia inteiro, dependendo do tipo de carregador utilizado e da capacidade da bateria.

Isso pode ser um inconveniente para pessoas que precisam usar seus carros com frequência ou que fazem viagens longas. A recarga lenta pode dificultar a utilização do carro elétrico como principal meio de transporte.

Custo inicial elevado

O custo inicial de um carro elétrico no Brasil ainda é alto, comparado com carros movidos a combustíveis fósseis. Isso se deve principalmente ao alto custo das baterias, que são o principal componente de um carro elétrico.

Os preços dos carros elétricos estão caindo gradualmente, mas ainda são inacessíveis para a maioria da população brasileira. Financiamentos e incentivos fiscais podem ajudar a tornar os carros elétricos mais acessíveis, mas ainda há um longo caminho a percorrer.

Leia também: Juros altos: seria o fim da casa e carro próprio?

Autonomia limitada da bateria

A autonomia da bateria de um carro elétrico é menor do que a de um carro com tanque cheio de combustível. A distância que um carro elétrico pode percorrer com uma carga varia de acordo com o modelo do carro, o tamanho da bateria e as condições de direção.

Isso pode ser um problema para pessoas que fazem viagens longas com frequência. É importante ter em mente a autonomia do carro ao planejar uma viagem e garantir que haja pontos de recarga disponíveis no trajeto.

Disponibilidade de modelos e peças de reposição

A variedade de modelos de carros elétricos disponíveis no Brasil ainda é limitada, em comparação com os carros movidos a combustíveis fósseis. Isso significa que os consumidores podem ter menos opções de escolha ao comprar um carro elétrico.

A disponibilidade de peças de reposição para carros elétricos também pode ser limitada, o que pode dificultar e tornar mais caro o reparo do carro em caso de necessidade.

Leia também: Como fazer um bom investimento sem riscos de perder dinheiro

Qual o valor de um carro elétrico?

O preço de um carro elétrico no Brasil varia muito de acordo com o modelo, mas no geral, ainda são mais caros do que os carros movidos a combustíveis fósseis. Para ter uma ideia, o carro elétrico mais barato do Brasil atualmente é o Renault Kwid E-Tech, que custa a partir de R$ 99.990. Carros elétricos de luxo, como o Porsche Taycan e o Audi e-tron, podem custar mais de R$ 1 milhão.

Confira alguns exemplos de preços de carros elétricos no Brasil em 2024:

  • Renault Kwid E-Tech: R$ 99.990
  • JAC e-JS1: R$ 135.900 a R$ 150.900
  • BYD Dolphin 2024: R$ 149.800
  • BYD Dolphin Plus 2024: R$ 166.529
  • BYD Song Plus 2024: R$ 229.800
  • Volvo C40 Recharge: R$ 359.950
  • BYD Tan: R$ 529.890 a R$ 536.800
  • BMW iX: R$ 699.950 a R$ 1.101.950

Esses preços são aproximados e podem variar dependendo de fatores como localização, impostos, incentivos governamentais e disponibilidade. 

É importante lembrar que o preço do carro elétrico não é o único custo a ser considerado. Também é preciso levar em conta o custo da instalação de um ponto de recarga em casa, o preço da eletricidade e o custo do seguro.

Mesmo com os custos mais altos, os carros elétricos podem ser uma opção mais econômica no longo prazo, devido à economia com combustível e manutenção. Além disso, os carros elétricos não emitem poluentes, o que pode ajudar a melhorar a qualidade do ar das cidades.

BYD no Brasil

A BYD, empresa chinesa que significa “Construa Seus Sonhos”, é líder global na produção de carros elétricos e se destaca como a maior do ramo em seu país de origem. No Brasil, sua presença é marcante desde 2015, quando iniciou a montagem de ônibus elétricos em Campinas. Em 2017, a empresa expandiu suas operações na mesma cidade com a abertura de uma fábrica de módulos fotovoltaicos.

Um novo marco está prestes a ser alcançado: a partir de 2025, a BYD dará início à produção local de automóveis, impulsionando o plano de nacionalização da marca. Com previsão de cinco anos para ser concluído, o objetivo é alcançar 70% de insumos nacionais, incluindo até as baterias de lítio.

Esses são alguns dos carros da BYD vendidos no Brasil em 2024:

  1. BYD Dolphin 2024 – R$ 149.800
  2. BYD Dolphin Plus 2024 – R$ 166.529
  3. BYD Song Plus 2024 – R$ 229.800

Os carros da BYD são conhecidos por seu design, tecnologia e segurança. Eles têm gerado um impacto notável no mercado brasileiro.

Leia também: Guia da poupança: entenda o investimento e como aumentar a rentabilidade

Afinal, quanto de economia posso ter com um carro elétrico?

A economia com um carro elétrico pode variar bastante dependendo de vários fatores, como o custo da eletricidade na sua região, a eficiência do veículo elétrico específico e o custo do combustível para um carro a gasolina comparável.

Um estudo da Consumer Reports revelou que donos de carros elétricos economizam entre R$ 30 mil e R$ 50 mil em comparação com quem dirige carros a gasolina. Além disso, segundo a Universidade Harvard, cada quilômetro rodado em um veículo elétrico gera uma economia de R$ 0,07 para a sociedade.

No entanto, para ter uma estimativa mais precisa, você pode usar uma calculadora de economia de carro elétrico para comparar os gastos de um carro a combustão com um veículo elétrico e descobrir o quanto de economia um carro elétrico pode trazer

Se você está pensando em comprar um carro elétrico, é importante pesquisar bastante e comparar os diferentes modelos disponíveis no mercado. Também é essencial considerar os seus próprios hábitos de direção e necessidades para escolher o carro ideal para você.

Acompanhe o Melhor Investimento e fique por dentro das últimas novidades da economia brasileira!

Carolina Gandra

Redatora do Melhor Investimento. Formada em Jornalismo, com 2 anos de experiência em redação de textos para diferentes nichos de mercado.